Roteiro 4 dias: Montevidéu e Punta del Este (Baixa Temporada)

Por Mayara Rosa & Neuton - maio 26, 2016

Missão: Alfajores, não precisamos dizer nada :P
Oi pessoal! Mais um destino na nossa América do Sul, desembarcamos no Uruguai. Viagem rápida, apenas 4 dias, na verdade 3 e meio rs. Fomos no final de maio, era fim de outono, mas já muuuito frio. As pessoas já estavam escondidas do vento em suas casas. Vocês vão perceber nas fotos. Adelante!


Dia 1 (Sáb) - Mercado do Porto, Teatro Solis e Jantar Gourmet 

aeroporto uruguai montevideo

Chegamos pela Gol em Montevidéu por volta das 13h. Fizemos uma conexão em San Pablo (depois de um tempo descobrimos do que se tratava rs). Já havíamos feito reserva de um carro pela empresa Sixt. Esta empresa tem boas referências de quem vai aos EUA, mas no Uruguai deixou a desejar, primeiro porque não tem loja no aeroporto, segundo, o carro selecionado não estava disponível, tivemos que ficar com um carro chinês.
carro aluguel sixt montevideo
Benni, o carro de brinquedo rs
Partimos para o Palm Beach Plaza Hotel, mais uma vez reservamos pelo Booking e não tivemos problemas. Hotel confortável, atendimento eficiente. Fica em Pocitos, um bairro bem tranquilo. Infelizmente, chegamos já era quase 15h e não conseguimos fazer o Free Walking Tour que já estava virando uma tradição nossa (ele saía as 14h :/ ). Decidimos depois fazer o tour sozinhos mesmo, pegando os pontos de interesse. 


Era hora de almoçar, fomos em direção ao porto para visitar o famoso Mercado del Puerto. Lá existem diversos restaurantes, e assim que você entra é abordado por vários deles. Como não havíamos pesquisado muito bem qual restaurante ir, e eu estava morrendo de frio, só queria um climatizado kkk acabamos optando pelo Cabaña Verônica. Pedimos a famosa Parrilada, que é um churrasco com linguiça (chorizo), costela de boi, porco, tripa e frango, com acompanhamento de molho Chimichurri e vinagrete. A primeira impressão até foi boa, mas logo sentimos que a carne estava muito gordurosa e os pedaços não eram muito nobres. Então a primeira refeição foi furada. Acontece rs. Mas a viagem ao mercado não foi perdida, acabamos encontrando um café que vende alfajores sortidos, Alfajores del Uruguay. Compramos alguns para provarmos e foi muito bom.

teatro solis montevideo Depois disso fomos conhecer o Teatro Solis. É realmente bastante imponente (estou pequenina ali na foto). Lá dentro tem salas com exposições de livre visitação, foi bom visitarmos pois descobrimos que existem visitas guiadas e combinamos de voltar no domingo, como os espetáculos em cartaz não nos empolgaram, seria a forma de conhecer o teatro por dentro.

promenade mar del plata montevideo
Também visitamos a famosa Rambla, o calçadão de Montevidéu, o Rio da Prata realmente parece o mar. Muito bonito o anoitecer dali. 


O jantar já havíamos reservado no Tandory, não teve erro. Legal que no cardápio você navega pelos pratos no tablet. Comida saborosa. Como ficamos meio enjoados no almoço de carne, fomos no peixe rs. Depois para a sobremesa escolhemos o prato de degustação, nele vinha uma versão menor das especialidades do chef. Amplie a foto para ter noção rs.

 

 Dia 2 (Dom) - Tour a pé, churrasco e tango!

plaza de la constituicion montevideo igreja anglicana montevideo rambla montevideo
Segundo dia, saímos cedinho e fomos fazer o tour a pé por nossa conta. Como você pode ver nas fotos acima domingo de final de outono os uruguaios não saem de casa não rs. Os poucos que saíram às ruas levavam sua garrafinha térmica e sua cuia de mate. Realmente estava muito frio. Conhecemos o centro histórico e fomos a Feira Tristan Navaja, a segunda furada da viagem. Não era uma feira muito turística, era feira local mesmo, de tomate rs. Saímos e resolvemos caminhar na Rambla.
rambla montevideo
Conseguimos percorrer até a quebrada que queriamos. Valeu o click. :)

banco de la republica montevideo
Continuamos o tour pela Praça Matriz, perto dela ficavam construções muito bacanas como o Banco da República e a Catedral de San Francisco de Assis, com estilo gótico. Valeu a pena estar de carro, conseguimos conhecer diversos pontos turísticos em apenas uma manhã.

centro historico montevideocatedral gotica de sao francisco montevideoplaza de la constituicion montevideo flores

Última parada antes do almoço, fomos a placa de Montevideo. Não poderia faltar não é mesmo? Ela fica afastada do centro histórico, fica no final da praia de Pocitos, uma área mais nobre da cidade. Dá para ver pelos prédios modernos que estão ao fundo da foto.

la pulperia churrasco uruguaio montevideoEra a hora do almoço e dessa vez também não íamos errar. Já havíamos pesquisado sobre a La Pulperia. A primeira impressão é de um lugar muito simples, você entra e senta em bancos no balcão. Mas logo você entra no clima, vendo o churrasqueiro trabalhar, colocando lenha na fogueira, perfeito para o domingo. 

la pulperia churrasco uruguaio montevideo
Agora sim, provamos o legítimo asado uruguaio!
 
Depois do almoço, fomos fazer a visita guiada no Teatro Solis, realmente, por dentro ele ainda é mais suntuoso do que por fora. Vale a visita. O tour é rápido e fazem em espanhol, português e inglês, Fizemos em espanhol, mas a guia usava aparelho nos dentes e não entendemos muita coisa no final kkk

lustre teatro solis montevideopintura teto teatro solis montevideo

Depois do tour tivemos um imprevisto, o carro chinês arreou a bateria, nossa sorte foi a guia do tour em português, brasileira, que nos ajudou a telefonar para a locadora e pedir um guincho (outra coisa que aprendemos, mesmo para uma viagem curta é importante ter o celular funcionando, comprar um chip local). Por sorte, o guincho veio rápido, mas como viajaríamos para Punta del Este no dia seguinte preferimos trocar o carro, a Sixt não tinha mais nenhum disponível então cancelamos o contrato e alugamos um Gol Sedan (Voyage) com a Hertz. O atendimento foi bem eficiente lá. Perdemos um tempo com isso, mas sem maiores danos. Ainda deu tempo de voltar ao hotel tomar banho e sair para o jantar no Primuseum, que já estava reservado.

lanternas primuseum montevideo
O Primuseum é um restaurante e antiquário. Suas paredes são repletas dessas lamparinas antigas, muito lindo.
vinho primuseum montevideo

O Primuseum é referência de passeio em Montevideo, por isso é importante reservar, são poucas mesas e você é recebido pessoalmente pelo dono, que serve o vinho feito exclusivamente para o restaurante (ele pode ser consumido à vontade durante o jantar, nós não somos muito de beber então a garrafa ficou praticamente cheia, mas para quem curte vinho é ótimo). Não é apenas um jantar, é uma experiência, são quatro entradas e bem servidas, e quando você já está ficando estufado, começa o show de tango.


O trio que toca é incrível, eles são músicos experientes, seus instrumentos são clássicos. Tem também um cantor que anima a noite. Depois das 4 entradas, ainda vem o prato principal, eles dão 3 opções (boi, porco ou cordeiro). O Neuton escolheu o cordeiro e eu o baby beef, a comida era boa, mas já nem cabia mais nada rs. Ao final ainda teve a sobremesa, torta de maça e pudim. Além disso, eles tem uma geladeirinha antiga de coca, eles te dão uma moeda e você pode pegar uma garrafinha de vidro da máquina. 

jantar primuseum montevideo jantar primuseum montevideo


 Dia 3 (Seg) - Partiu Punta, mas antes um pulo em Piriápolis!

Segunda feira cedinho fizemos as malas e partimos para Punta, tínhamos pesquisado que a cidade de Piriápolis também valia a visita, então a manhã já estava cheia. Ao sair, pela primeira vez enfrentamos trânsito, as ruas vazias do domingo finalmente estavam cheias. Mas foi só sair do centro que voltamos à tranquilidade, inclusive com uma neblina daquelas.
neblina piriapolis uruguai
Os morros de Piriápolis encobertos em névoa, o litoral estava frio.

argentino hotel piriapolis uruguai calçadão piriapolis uruguai

Chegamos um pouco depois das 9h, e a cidade estava mais vazia do que Montevideo, se é que isso era possível rs. Tínhamos o litoral (gelado) só para nós. A cidade é realmente muito bonita, um estilo antigo, mostra sua antiga glória (antes a principal cidade litorânea uruguaia era Piriápolis). Nosso plano era subir no teleférico da cidade para ver a vista do Cerro Santo Antônio. Mas com aquela névoa eu já desanimei assim que chegamos 😱. Fomos ao centro de informações turísticas e nos informaram que o caminho até lá em cima de carro era tranquilo, então seguimos.
vista cerro santo antonio piriapolis uruguai
Essa foi a vista de quase lá de cima rs, é porque do topo a névoa estava tampando tudo.
casapueblo punta del este uruguai

Seguimos viagem para Punta, e a primeira parada foi na Casapueblo. Esse é um dos pontos turísticos mais bonitos devido a arquitetura da casa que lembra as construções dos Pueblos gregos em Santorini. A casa também é uma museu com as peças de Carlos Paéz Vilaró. Mas a grande atração mesmo é o terraço com a bela vista para o mar e para a casa que é gigante.
Depois da visita fomos até um mirante que dá para ter uma visão da Casapueblo e perceber seu tamanho, aí também vemos que ela é afastada, fica fora da cidade.

deck praia punta del este uruguai
Finalmente chegamos em Punta del Este, que é uma cidade litorânea moderna. Bem organizada. A praia só olhamos mesmo, nem molhar os pés molhamos, estava muito frio também. E mais uma vez quase ninguém a vista. Partimos para o Hotel Atlantico, um hotel boutique bem charmoso, decoração toda branca. O almoço foi no Lo de Tere. Restaurante a beira mar, o atendimento é bom, até a coca-cola colocaram num balde de gelo rs. Pedimos um prato leve de peixe espada. A sobremesa seria mais tarde.

Depois do almoço, alugamos bicicletas no hotel, e saímos passeando pela cidade, queríamos chegar até a praia com a famosa escultura dos dedos. A cidade é ótima para pedalar (apesar de algumas ladeiras rs), mesmo no frio. Já na esquina do hotel ficavam o farol e a igreja. Tudo muito limpo e bonito. Finalmente, chegamos a escultura "La Mano" ela é bem legal, e está aí uma vantagem da baixa temporada, o único que disputava a foto conosco era um cachorrinho que se esquentava na areia.

igreja passeio de bicicleta punta del este uruguai mar punta del este uruguaila mano punta del este uruguai
Curiosidade: a escultura foi feita por um artista chileno, Mario Irrazábal, essa foi a primeira "mão", depois fez outras em Madri, no Deserto do Atacama, e em Veneza.

 

À tarde, fomos a um local muito charmoso chamado L'Auberge, o prédio era uma antiga caixa d'água, hoje é um hotel e o restaurante é aberto ao público. Lá servem um lanche da tarde ótimo, tínhamos lido sobre os famosos waffles preparados direto no fogo da lareira. Infelizmente, só fazem nos finais de semana. Mas o chá padrão é uma delícia. Eles trazem os lanches salgados, e depois você pode se servir à vontade na mesa de guloseimas. 
chá l'auberge punta del este uruguai
Bom demais enganar o frio em um ambiente aconchegante.
Depois disso, fomos visitar o Punta Shopping. É um shopping pequeno, os preços também não estavam convidativos, nós compramos algumas besteirinhas e voltamos para o hotel. O plano era saírmos para jantar em um bom restaurante, mas o que tínhamos planejado era o Guappa, e ele estava fechado para férias coletivas. Como não selecionamos outro restaurante tão bom, e infelizmente eu tive uma crise terrível de alergia, espirrei até os pulmões lá :(, resolvemos jantar mesmo no hotel, eu pedi uma sopinha de abóbora :) para ver se dava uma melhorada, e o Neuton pediu uma pizza que ele gostou muito era de Bondiola, uma espécie de calabresa/bacon que é feita de uma parte do ombro do porco (se quiser saber mais veja aqui).

Dia 4 (Ter) - Parque de Esculturas e Retorno :(

Último dia, ainda dava tempo de fazer um último passeio, tínhamos selecionado a Fundación Pablo Atchugarry. É uma galeria de arte e parque de esculturas. Como gostamos muito do parque de esculturas de Santiago, arriscamos a visita.
lago escultura fundacion pablo atchugary uruguai
Valeu muito a pena. O local era lindo, um bosque gigantesco, com um lago.
escultura fundacion pablo atchugary uruguai
As esculturas eram realmente grandes, o Neuton tirou várias fotos bacanas.
patria restaurante aeroporto montevideo chivito patria restaurante aeroporto montevideo

De volta a Montevideo, só deu tempo mesmo de almoçarmos no restaurante do aeroporto, Patria. O ambiente é bom e foi a oportunidade de experimentarmos o famoso Chivito, o sanduíche uruguaio, que é feito com filé no lugar do hamburguer, Muito saboroso. Ótima despedida do Uruguai!

Partimos para nosso vôo e já sabíamos que a conexão em Guarulhos seria longa, 4h. O vôo acabou sendo alterado e não aparecia nas telas. Sorte que não saímos do aeroporto, fica a dica, nunca saia do aeroporto sem antes checar se seu vôo está confirmado. Lanchamos no Pizza Hut, e eu comprei um suco de maracujá da fruta, no Uruguai não tem suco nos restaurantes (achamos que é porque não produzem frutas mesmo rs, quando tinha era só de laranja) já estava sentindo falta rs.

alfajor lapataia uruguaialfajorcito negro uruguaidoce de leite lapataia uruguai
Essas foram as lembrancinhas que trouxemos :P 

o destino nunca é um lugar, é uma nova forma de ver as coisas, los dedos, punta del este, uruguai
Obrigado por viajar conosco, e até a próxima!!
 Dica bônus #1: O ideal seria ter feito o contrário, Punta no final de semana e Montevidéu nos dias de semana. Pois em Punta, encontramos locais que só funcionavam de sexta à domingo. Em Montevidéu, os museus e outros pontos de visitação (mirantes por exemplo) só funcionavam na semana.

 Dica bônus #2: Complementando a dica #1, se for em baixa temporada pesquise antes se os restaurantes que deseja visitar estarão abertos, até o McDonald's de Punta estava fechado com uma placa "hasta el próximo verano".

 Dica bônus #3: Todos os pratos achamos bastante bem servidos, então caso viaje em casal/grupo é bom pedir para compartir, principalmente as parrillas.

 Dica bônus #4: Alugar um carro foi essencial para esta viagem, não só para ir para Punta, mas foi útil para se deslocar em Montevidéu, não encontramos dificuldade para estacionar. Mas o aluguel de carro é um ponto que não vale a pena ir pelo mais barato, como já comentei no post.

 Dica bônus #5: Para o planejamento da viagem experimentamos usar o app Trello, baseado nesse quadro de exemplo de uma viagem para o Havaí. Gostamos muito, facilita demais.

  • Compartilhe:

Veja também

0 comentários