Conhecendo Londres em um Free Walking Tour

Por Mayara Rosa & Neuton - janeiro 21, 2018 - Local: Londres, Reino Unido

St James Park Londres
Olá amigos! Neste post vamos contar nossa experiência com "Free Walking Tours". É uma coisa que gostamos de fazer nas cidades que o oferecem. E nosso primeiro tour dessa viagem à Europa foi em Londres. É uma forma econômica de conhecer um pouco da história da cidade e os principais pontos de interesse. Continue lendo e saiba como funciona!

Saco vazio não para em pé...

E muito menos caminha! Então, após deixarmos as malas na recepção de nosso hotel (ficamos no The California, falaremos mais sobre ele ao nos próximos posts), seguimos para uma coffee house para experimentarmos o famoso brunch.
Primeira providência: experimentar o famoso brunch britânico (ou café da manhã dos campeões): Bacon, linguiça, cogumelos, tomate, feijões e ovos mexidos cremosos. Escolhemos, e aprovamos, o The Black Penny Coffee House.
Barriga cheia fomos a pé para o ponto de encontro do tour. Era um domingo, as ruas residenciais estavam muito vazias. Mas, ao chegar em Covent Garden encontramos uma praça cheia! Todos pareciam estar ali.
Covent Garden: ponto de encontro e começo do walking tour

O que é um Free Walking Tour?

Em uma tradução livre seria um "Tour a pé gratuito". E, de fato, é um tour em que você caminha pela cidade, ao invés de pegar um ônibus de turismo. E, na prática, não é gratuito rs. O que acontece é: ao final do tour o guia pede uma gorjeta, você paga a quantia que achar justa.

Normalmente pagamos o equivalente a 10~20 reais na moeda local. 
Esse é o funcionamento da maioria dos tours desse tipo. Em apenas uma cidade (York) fizemos um que era realmente gratuito, os guias eram aposentados voluntários mesmo. Normalmente são jovens e que precisam de gorjeta.

O vídeo abaixo (em inglês) mostra um pouco de como funciona o tour, ele foi retirado do site oficial do Sandemans New London Free Tour. Essa foi a empresa com a qual fizemos a maioria dos tours no Reino Unido. É a mais tradicional de lá. E gostamos bastante.



Os guias costumam ser sempre bem-humorados, então é uma maneira leve e descontraída de conhecer a história. A duração é normalmente em torno de duas horas e meia. É um pouco cansativo, mas é uma forma de economizar e aprender a se locomover a pé logo no início da viagem.

Como as paradas costumam ser rápidas e cheias de informação, esse tipo de tour não é o ideal para tirar fotos. É claro que uma ou outra sempre dá (nós levamos a câmera), mas o melhor é curtir o tour e voltar para fotografar com calma os lugares que mais gostar. E foi isso que fizemos. Abaixo seguem algumas fotos que tiramos.

Detalhes da Abadia de Westminster, ponto final do tour.
Filinha para fotografar na cabine telefônica mais icônica de Londres. A que fica em frente ao Parlamento Inglês, mais especificamente, em frente à Torre Rainha Elizabeth, casa do Big Ben (que é o sino e não o relógio).

Para quem queria saber sobre o Free Walking Tour, o post termina por aqui. Mas, vamos aproveitar este post para contar o que mais fizemos em nosso primeiro dia em Londres.

O fofo parque St. James

Parque fofo? Sim! Você já viu algum parque com espreguiçadeiras públicas bonitinhas? Nós nunca tínhamos visto, e assim que passamos pelo parque no walking tour, cancelamos nossa visita ao museu de história natural, e decidimos relaxar por ali o resto da tarde.
Parque St. James e suas espreguiçadeiras. Mas, atenção! Olha ali o fiscal cobrando o aluguel, não é gratuito. Mas, vale deitar na grama mesmo rs.
O parque é muito bem conservado, tem um lago lindo e diversos animais. É uma delícia! E por falar em delícia... a fome já batia e, convenientemente, há uma lanchonete no parque.

Algumas guloseimas do St James's Cafe. Nada de excepcional, compramos um cookie e uma fatia de bolo de frutas vermelhas. É um pouco caro, por ser a única opção do parque.
Depois do lanche, aproveitamos mais um pouco do dia agradável (sorte, sem chuva em Londres) e passeamos um pouco mais pelo parque.

Patinhos no lago do parque.

Outro ângulo, com a fonte ao fundo.

Os canteiros são muito bem cuidados.
London Eye ao fundo.
O parque é bastante utilizado pelos londrinos. E está em primeiro lugar entre os parques no TripAdvisor. Vimos estudantes, casais, trabalhadores no intervalo...

Aconchego da comida italiana

Depois de uma ótima tarde no parque voltamos para o hotel e o plano era sair pra jantar em um restaurante mais "badalado". Mas, o cansaço venceu, acabamos escolhendo um lugar que desse para ir a pé.  Encontramos o italiano Casa Tua King's Cross no TripAdvisor.

A decoração do Casa Tua é uma graça.
Mayara: Casa Tua Carbonara
Neuton: Tonnarelli all'amatriciana
Nada mais aconchegante que uma massa quentinha e um vinho, não é mesmo? Esse foi o primeiro de muitos restaurantes italianos que visitamos no Reino Unido. Era a nossa comida da segurança! Depois de um bom italiano estávamos renovados para as novas andanças :)


"Felicidade é... visitar Londres pela primeira vez". Até o próximo post com um pouco mais dessa cidade maravilhosa!




Dica Bônus #1 Este foi o primeiro de muitos Free Walking Tours que fizemos no Reino Unido. Também fizemos em todas as demais cidades. A maioria foi com o Sandemans, mas também fizemos alguns com outras empresas. A dica é olhar no TripAdvisor qual é o melhor para a cidade que você vai visitar.

Dica Bônus #2 Muita gente acha que o tour a pé é um programa muito "turistão". Mas em nossa opinião, é uma forma rápida de ter um panorama geral da cidade e de conhecer um pouco o jeito dos moradores locais através do contato com o guia. E depois, voltamos com mais calma para conhecer os lugares que mais gostamos, e que não estavam incluídos no roteiro inicial, ou retiramos alguns que só a passada já foi o suficiente.

Dica Bônus #3 Claro que nem toda cidade combina com um tour desse. Mas, as europeias, em particular, possuem muita história, prédios e monumentos incríveis que combinam demais com uma boa caminhada!


Viagem em Maio de 2017

  • Compartilhe:

Veja também

0 comentários